BEM-VINDO AO MEU BLOG!

Aqui no meu blog você vai achar dicas de Computer Music, especialmente de Pro Tools, Reason, Live, áudio profissional e Homestudio. Alguns trabalhos artísticos que eu fiz também têm seu espaço. Há muita informação legal nos comentários. Use a caixa de pesquisa logo abaixo para achar um assunto que você está procurando.

Boa navegação!

My New Friend - Walczak Discovery

Fazia bastante tempo que eu estava querendo um novo violão e não achava, pois a minha chatice exigia as seguintes características: Silencioso (sem acústica) para poder estudar sem incomodar o nenê, acabamento legal, ação baixinha, estilo bacana e bom preço.


Os candidatos eram: Godin ACS SA, Crafter CT-125, Tagima Modena e o Caimbé F6N. O Godin era muito caro e eu não estava disposto a enfrentar mais prestações. O Crafter eu não consegui achar em nenhum lugar, o Tagima eu gostei, mas... e acabei não curtindo o acabamento do Caimbé.


Quado eu estava prestes a desistir e enfrentar um milhão de novas prestações para levar um Godin para casa eu vi o Discovery da Walczak em um site, nunca tinha ouvido falar. Entrei no site do fabricante e vi que era um violão brasileiro, feito com madeiras legais, ferragens legais, estilo legal e de modo geral eu curti. Vi uns vídeos e curti o espírito do pessoal na fábrica e achei que esse violão poderia ter mais alma do que os fabricados a rodo.

Liguei na Universe Music aqui de Campinas e eles tinham um lá, que coincidência! Cheguei em 20 minutos e de cara achei o acabamento excelente, maple, pau ferro, cedro rosa, tudo bem feitinho... Pluguei o violão em um amp que não era apropriado (eu estava mesmo interessado na ação apenas naquele momento) e o mizão não tinha som. Deve ser bateria ou corda, eu pensei. Fui para casa, pensei e no outro dia voltei na loja com o tutu e comprei, aliás por um preço excelente. Chegando em casa troquei a bateria e nada, mizão morto.

Ligue lá na Walczak e o próprio Leandro Walczak atendeu. Expliquei para ele o caso e ele me deu algumas dicas, como ajustar o violão e também que provavelmente o rastilho estava torto e não estava encostando direito no piezo. Dito e feito!

Afrouxei as cordas (que aliás são Augustine Azul - as mesmas que eu uso!) e encaixei melhor o rastilho. Sonzeira rolando. Aliás o som é bem limpo e o que mais me impressionou foi a ausência de ruído. Zero! Esse sisteminha da Artec é bem legal e os ajustes de grave, médio e agudo funcionam bem.

Gostei também da tarracha Wilkinson. Fácil de por as cordas.

Apanhei um pouco apenas para ajustar o tensor e o cavalete, que alías tem ajuste de altura, mas ficou bem confortável. Vieram todas as chavezinhas.

Dessa vez eu consegui todos os itens essenciais criados pela minha exigência e ainda por cima contribuí para o crescimento de uma empresa nacional. Parabéns à Walczak, realmente fiquei surpreso.

13 comentários:

  1. Maravilha de texto, história bacana e o instrumento é lindíssimo! Parabéns! Quero ouvir ao vivo.
    Abraço,
    SeiZo

    ResponderExcluir
  2. Fala! Vamos combinar uma jam. Abs.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo20/3/11

    bom dia Daniel! por gentileza poderia me dizer qual dos parafusos do cavalete e tenho que mexer par levantar mais as cordas ? pois está trastejando..vc pode me ajudar..por gentileza?
    tbm tenho um ''que som'' !!
    aguardo resposta..
    ok manu?
    wilaman-tocantins

    ResponderExcluir
  4. Olá, Olhando na figura do cavalete você vai ver que tem 2 parafusos que ficam mais ou menos ao lado do piezo (próximo ao alinhamento do plástico) e que ficam distantes um do outros e aparecem afundados na imagem, esses são os que você tem que girar para levantar a ação. O detalhe é que os dois parafusos que ficam próximo às cordas (os que ficam mais juntos e mais próximo da superfície do cavalete) têm que ser soltos também, pois eles é que seguram o cavalete no lugar e se você não soltá-los antes o cavalete racha. Faça assim:
    1. Afrouxe bem as cordas.
    2. Solte os dois parafusos que seguram o cavelete (os dois que ficam mais juntos) até que o cavalete fique solto mas não desencaixado.
    3. Solte os parafusos da lateral do cavalete, a ação sobe.
    4. Reaperte o parafuso que segura o cavalete até ele ficar reto. Cuidado para não apertar demais.
    5. Afine.
    6. Você pode também dar uma soltada no tensor, que deixa a corda mais alta também e até colocar umas tirinhas de madeira (tipo uns fiapos de fósforo) embaixo do piezo. Demora um pouco para acertar, mas depois que fica tudo no lugar fica ótimo. Uma dica: Use corda de tensão alta, assim trasteja menos e dá para tocar mais rápido. Abração e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  5. WILAMAN23/3/11

    OLA BOA TARDE ANDRE ! MUITO OBRIGADO PELA EXCELENTE DICA.. DEU TUDU CERTO...VALEU MESMO IRMAO!!

    GDE ABRAÇO...

    E MUITO OBRIGADU ANDRE !

    WILAMAN - GURUPI-TO

    ResponderExcluir
  6. Beleza! Abraço pra você também.

    ResponderExcluir
  7. Update!
    Hoje eu coloquei umas cordas para violão de aço (D'addario 0.10 Phosphor Bronze)
    Cara! Sonzeira forte e a ação ficou baixinha-baixinha...

    ResponderExcluir
  8. Olá gostaria de saber onde posso levar meu violão pra regular a altura das cordas, elas estão muito altas e tenho medo de mexer e n ficar legal.Grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leandro, logo acima eu ensino como ajustar a altura das cordas, mas caso você esteja com receio procure um bom luthier, ou se for mais fácil, direto na Walczak. Comece pelo site deles: www.walczak.com.br.
      Abs.

      Excluir
  9. Olá amigo acabei de comprar um pra mim também, mais a loja me informou que ele é captação passiva? é captação passiva ou ativa, obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, o meu é ativo. A bateria fica no compartimento atrás. Tire a tampa e veja se tem no seu também, se tiver é ativo. Abs.

      Excluir
  10. Olá, Teria alguma citação sobre a experiência que teve com seu violão tagima modena? detalhes, etc. Desde já agradeço, abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro, eu testei o modena sim, mas nunca cheguei a ter um. Na época gostei mais do Walczak, principalmente do captador e do design.

      Excluir