BEM-VINDO AO MEU BLOG!

Aqui no meu blog você vai achar dicas de Computer Music, especialmente de Pro Tools, Reason, Live, áudio profissional e Homestudio. Alguns trabalhos artísticos que eu fiz também têm seu espaço. Há muita informação legal nos comentários. Use a caixa de pesquisa logo abaixo para achar um assunto que você está procurando.

Boa navegação!

Trabalhando andamentos no Pro Tools

Originalmente publicado na AM&T # 233 (adaptado ao blog)

Músico FLEX

A maioria de nós músicos têm motor bi-combustível, mas alguns acabam abastecendo demais com álcool e acabam tendo dificuldades até para sair do posto.

Aposto que há ao menos um leitor desse blog que já produziu um registro sonoro de algum colega com estas dificuldades ou até mesmo de si próprio.
Tá certo, não é você!
Nem eu!

Independentemente de graduação etílica alguns músicos tendem a pisar naturalmente no acelerador e acabam passando no sinal vermelho, estes são os que tocam adiantados - os eufóricos - e outros ficam tranquilamente olhando a paisagem durante o verde, estes são os que tocam atrasados, os viajandões, mas não se desespere, quando nenhuma outra rota alternativa funcionou, como: convicção de que é melhor gravar noutro dia, janta, cama, remédio, água, gatorade, chuveiro, estudo, aulas ou alguma outra forma criativa para otimizar o período de convalescença ou de experiência, conte com a cura digital imediata para todos os males de falta de beat no Pro Tools: a Elastic Time (Tempo elástico).
            
A Elastic Time é uma ferramenta que está no Pro Tools desde a versão 7.4, mas tem gente que já está no 9 e ainda nem a experimentou. Ela serve exatamente para corrigir trechos de áudio fora do andamento, colocando-as exatamente na grade ou referenciando-a com outros transientes, mas pode servir também como uma aliada criativa.
            
Outra função legal da Elastic Time é que os canais ativos neste padrão (os de áudio) podem se ajustar automaticamente a um novo andamento, exatamente igual aos canais MIDI, portanto veja que legal: Se há um trecho meio complicado de um solo para gravar, por exemplo, é possível diminuir o andamento geral da música para gravar tranquilamente em uma velocidade mais confortável, para depois voltar ao andamento original. Assim fica fácil ser cover do simpático Michael Angelo. Vamos ver agora algumas idéias de uso para as propriedades elásticas.

1. Acertando uma gravação meio fora do beat oriunda de bloqueio motor
causado por substância líquida não controlada (em quantidade inclusive) ou qualquer outra razão.

A primeira coisa a se fazer é definir o modo de visualização da régua de tempo (Timeline), através do ajuste Time Base Display, mantendo-a na opção Linear Tick Display. Clique no ícone de triângulo do campo Linearity Display Mode na régua logo acima dos canais na janela EDIT (deve estar aparecendo um ícone de relógio azul) e mude-o para Linear Ticks Display. O ícone muda para um metrônomo verde.

           
[Figura 1]

O manual do Pro Tools (Pro Tools Reference Guide Version 9.0) diz o contrário na página 769, mas acredito que se trata de um erro de digitação. Se quiser conferir eu transcrevo aqui o trecho supostamente equivocado. "When working on any tick-based material, such as MIDI notes or Elastic Audio events, make sure that Linear Sample Display is selected.". Este texto indica para habilitar o modo Linear Sample Display para trabalhar com eventos MIDI e elásticos, porém eu acho que deveria ser "When working on any tick-based material, such as MIDI notes or Elastic Audio events, make sure that Linear Tick Display is selected.", pois nesse modo os eventos MIDI e elásticos aparecem lineares na linha do tempo caso haja alguma variação de andamento, ao contrário da opção anterior, onde aparecem relacionados aos samples e aparentemente desalinhados.           
            
Veja a diferença visual do primeiro modo e do segundo modo abaixo, Linear Sample Display em cima e Linear Tick Display embaixo, de acordo com uma automação de tempo.


[Figura 2]


[Figura 3]

Agora é necessário ligar a Elastic Time nos canais que você vai corrigir. Neste exemplo tenho um canal estéreo com um loop de bateria (em tempo certo) e um canal mono de contra-baixo (desalinhado).

Mude o Timebase Selector do canal a ser ajustado para Ticks (muito provavelmente está em Samples) e escolha um algoritmo na caixa da frente,  por hora escolha a opção Polyphonic (veja o BOX para entender mais sobre os algoritmos).


[Figura 4]

A onda desaparece momentaneamente enquanto o Pro Tools aplica o algoritmo e uma nova região aparece com o ícone de amuplheta no final, indicando que é uma região elástica.

Agora mude a visualização da forma de onda para Warp.
A visualização da onda fica cinza e o Pro Tools coloca automaticamente algumas linhas que permitem que você ajuste a onda (principalmente os transientes) para o lugar que for necessário. Estas linhas podem ser ajustadas, criadas ou deletadas.


[Figura 5]

Agora vamos mover os transientes, mas primeiro os preparativos:

1. Clique na barra Bars|Beats para habilitar a grade (Grid) neste formato. Se  o grid sumir, clique de novo. Ah! agora você sabe como apagar o grid.
2. No campo Grid (na barra de ferramentas) mude para uma resolução mais apropriada, eu escolhi a opção [1/16 note].
3. No canto esquerdo da barra de ferramentas escolha o Edit Mode Grid.
4. Selecione a ferramenta Grabber (a mãozinha) ou selecione a ferramenta Smart (todas as 3 principais ferramentas selecionadas pelo colchete acima delas).

Agora a edição propriamente dita:
1. Segure a tecla Shift apertada. Isso garante que ao arrastar um marcador (oficialmente chamado de Warp Marker) dois outros são criados para que as partes anteriores e porteriores não saiam do lugar.
2. Clique no Warp Marker que você quer arrastar e mude-o de lugar.

Veja abaixo as figuras do antes e do depois:



[Figura 6]



[Figura 7]

Pronto, a primeria "síncopa" (sendo bonzinho) está de volta no lugar, mas temos um problema agora: A próxima precisa ser ajustada, mas têm dois Warp Markers no meio do decaimento da onda, o que poderá resultar em um artifício audível, vamos tirá-los:

1. Mude a visualização da onda para Analysis. Os Warp Markers mudam para a cor preta.
2. Para deletá-los segure a tecla Option (Mac) ou Alt (PC) e clique com a ferramenta Grabber ou Smart naquele que desejar retirar. Para adicionar um novo marcador segure apertada a tecla Control (Mac) ou CTRL (PC) ao clicar com a mesma ferramenta. Para mudar sua localização basta arrastá-los sem segurar tecla modificadora alguma. Veja como ficou a onda sem 2 dos Warp Markers sugeridos pelo Software.


[Figura 8]

Agora é só voltar a visualização da onda para Warp e ajustar os Warp Markers até que tudo fique legal conforme a técnica explicada acima. Veja o resultado final abaixo:


[Figura 9]

Dica: Se você pretende sempre trabalhar com a Elastic Time há uma preferência que pode ser ativada para que novos canais sempre sejam criados com ela habilitada. Faça assim: Vá nas preferências do Pro Tools, na guia Processing e habilite a opção Enable Elastic Audio on New Tracks. Não se esqueça de criar novos canais com a base em Ticks ou mude-a no seletor do canal. 


[Figura 10]

2. Mostrando aos seus amigos uma gravação sua tocando um solo igual ao do Michael Angelo.

Para produzir uma música com um solo de guitarra com velocidade próxima a da luz proceda das seguinte maneira:

1. Arraste algumas batidas de bateria e grooves de baixo que vieram gratuitamente no pacote do Pro Tools (da versão 8 em diante) diretamente para a área de edição e organize-as no bom e velho esquema de começo, meio e fim. Alternativamente use um preset do template ao inicializar o Pro Tools (apenas da versão 8 em diante) e faça uma música do zero usando as sugestões de canais MIDI e de áudio alí presentes.
    
2. Com a música pronta habilite um canal de áudio para gravação onde sua guitarra estiver chegando (aproveite para testar os plug-ins Eleven Free ou o Sans Amp que vêm de graça, ambos tem um som excelente).
            
3. Transforme os canais de áudio em elásticos, mudando a base para Ticks, caso estejam e Samples, e escolha o algoritmo Polyphonic.
            
4. Abra a régua Tempo clicando no triângulo e modifique o andamento arrastando a linha verde para baixo para um valor que seja por volta da metada da música original ou menos. Aqui mudei para 60.
            
5. Grave o solo tocando o mais rápido que puder em cima da música que estará lenta.


[Figura 11]

6. Desabilite o botão de gravação do canal e volte na régua Tempo para aumentar o andamento para a estratosfera. A idéia e deixar o solo ficar com mais do que o dobro da velocidade normal e a música em seu andamento original, mas se quiser seja abusado e aumente ainda mais o tempo, escolhi 147.


[Figura 12]

7. Faça um bounce e mostre aos seus amigos sua nova destreza.

3. Alterando o andamento de uma sessão pronta.

Ter a possibilidade nas mãos de alterar o andamento de uma sessão é útil para acomodar as expectativas, pois um dia a gente acha que está rápida e no outro parece estar lenta. Por isso mantenha os canais de áudio em modo Elastic, produza no clima do momento e tenha a liberdade para escolher o tempo final quando quiser.

Como fazer:

1. Transforme todos os canais (de áudio apenas, pois os de MIDI já mudam automaticamente de andamento nas automações de tempo - contanto que suas bases estejam em Ticks e não em Samples!) em canais elásticos mudando suas bases para Ticks e definindo um algoritmo.
            
2. Abra a régua Tempo e arraste a linha horizontal para cima para o andamento ficar mais rápido ou para baixo para ficar mais devagar.
            
Alternativamente você pode ajustar o andamento na janela de transporte: Clique no ícone do Maestro para desligá-lo. Clique no número acima deste ícone e digite outro, este é o andamento da sessão. Se você quiser usar a função TAP, clique neste mesmo lugar e pressione repetitivamente a tecla "T". Note que as regiões ficam vermelhas quando o algoritmo chegar ao seu limite sem criar artifícios, mas se esta é a intenção, siga para o próximo item abaixo.


[Figura 13]

4. Usando a janela Elastic Properties criativamente.
           
Qualquer trecho de áudio elástico pode ser processado com a janela Elastic Properties de várias formas. Abra-a da opção Elastic Properties do menu Region.
            
Esta janela permite que você altere várias configuração que afetam a região selecionada, em especial os botões [1/2] e [X2] que dividem o tempo desta região ao meio ou a multiplica por dois, respectivamente.


[Figura 14]

Outro aliado para redimir os ouvidos mais atentos contra os pecados da trave é o Beat Detective, que agora vem gratuitamente no formato multipista no novo Pro Tools 9, mas falarei dele em outra oportunidade. Aliás, você percebeu que as imagens dessa matéria são da nova versão 9? Achou diferente? O Pro Tools continua sendo praticamente o mesmo, portanto meu livro ainda é um grande amigo, mas dê uma olhada melhor nas figuras 11, 12 e 13... O logo novo do Pro Tools 9 aparece ao lado do nome da sessão.

Felizmente não há nenhum lei que proíba o uso de bebidas alcoólicas antes de tocar algum instrumento, tipo uma tacinha de vinho no restaurante antes da gig, mas não se esqueça que você pode ter que ir dirigindo, portanto ande com dinheiro no bolso para chamar um táxi ou peça um suco.


Você pode ter notado que, dependendo do tamanho da música, alguns canais demoram para ficar ativos para playback, devido à grande quantidade de cálculos realizados para transformá-los em elásticos. Na barra de ferramentas aparece um pequeno ícone que indica quando todos os arquivos estão prontos, ou segundo o termo técnico: Online. Este ícone chama-se Timeline Online Data Status e fica verde quando todos estão ok. Quando estiver em vermelho significa que algum está sendo processado ainda. 


[Figura 15]

Os algoritmos do Elastic Time
           
Cada algoritmo serve para um determinado fim e suas janelas contêm parâmetros adicionais. Clique sobre seu slot nos canais para abrí-las.

Polyphonic - O mais usado. Especialmente útil para sons complexos e multi-instrumentais. Suporta pitch shifting. Use-o para praticamente tudo.
            
Rhythmic - Útil para regiões que têm ataques bem definidos.
            
Monophonic - Bom para regiões que necessitam manter seus formantes intactos, como vocais e baixos, mas não necessariamente é o ideal para todas as finalidades, pois não suporta pitch shifting. Não tem parâmetros adicionais.
            
Varispeed -  Conecta o Time Stretching com o Pitch, assim como nas pick-ups de DJs. Quanto mais devagar, mais grave; ao passo que quanto mais rápido, mais agudo. Não tem parâmetros adicionais.

29 comentários:

  1. Hahahaha!!! Eu sempre usei o Nuendo. Comecei usar o Protools V.8 recentemente e esse tal de "Elastic" até então não passava de uma lenda urbana ou macarrão de qualidade duvidosa!

    Daqui a pouco vou pro Estúdio testar e quem sabe, finalmente, fazer isso direito! Esse texto veio em ótima hora! Depois que eu fizer meus testes, posto minhas impressões a respeito!!!

    Valew!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fábio,
      Legal. Espero seus comentários. Abração.

      Excluir
  2. Olá Daniel,

    meu amigo pegou uma trilha com áudio e depois de importar pro Pro Tools ele me falou que a trilha ficou com pelo menos dois minutos a mais e que o pitch mudou??!!!
    Tem como isso acontecer por conta de alguma configuração ou foi por outra razão?

    Grato pela atenção,

    Eduardo Campelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Edu, isso é um problema de sample rate. Quando você importa um arquivo que tem um sample rate maior do que o da sessão, como, por exemplo, um arquivo em 48kHz em uma sessão de 44.1kHz ele vai soar mais grave e mais lento, justamente por ter mais informações. Isso acontece quando não há conversão. Você tem duas opções: Criar uma nova sessão com o mesmo sample rate do arquivo original ou converter o arquivo para o sample rate da sessão ao importá-lo. Na caixa de importação de arquivo há um botão próprio para fazer isso. Para importar convertendo vá em File > Import > Audio, selecione o arquivo e clique o botão Convert e depois Done. Abração!

      Excluir
  3. muito fera
    o elastic faz a galera tocar mesmo

    ResponderExcluir
  4. ola Daniel gostaria de uma ajuda sua,a tela do protools qdo dado o play ela não anda só anda o ponteiro,será que da pra fazer a tela acompanhar o grafico tb sem ter que ficar com a mão no mouse?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Luciano, isso deve-se à escolha no menu Options > Edit Window Scrolling. Deve estar em No scrolling. Mude para Page (minha preferida) ou After Playback, que espera você parar para pular para o ponto onde parou. Na versão HD tem a opção continuous que é contínua com o cursor parado e a tela que roda da esquerda para a direita, mas eu não gosto. Abs.

      Excluir
  5. ola Daniel, estou usando o elastic em uma voz, porem, ele esta distorcendo algumas partes voce saberia o motivo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ricardo, quando você estica demais alguns artifícios podem aparecer, teste outros algoritmos do elastic, com especial atenção ao polyphonic. Abs.

      Excluir
  6. Oi Daniel, bom dia. Como eu faço para habilitar o srolling (rastreamento da tela) na GRAVAÇÃO e não no play, no PT10? Obrigado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, apenas a versão HD permite isso. Ela fica no menu Edit > Window Scrolling > continuous. Abs.

      Excluir
  7. Muito bom seu Blog Daniel, parabéns! Utilizo muito essa ferramenta para correção de pequenos trechos da bateria, mas nunca tinha me atendado para o modo de visualização que você descreveu. Isso tem efeito sobre o áudio ou seria só para facilitar a visualização?

    Mais uma vez parabéns pelo blog, realmente várias dicas úteis!!!

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado! Ajuda a encaixar melhor com essa visualização. Abs.

      Excluir
  8. ola como faço pra colocar tempo no pro tools 10 minhas musicas sao todas quebradas com mudaças de compasso e andamento ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, existem vários jeitos, o mais simples e digitando o tempo na barra tempo. Abra ela clicando no triângulo, coloque o cursor no lugar que queira mudar o tempo e clique no botão de mais. Uma janela parece para você digitar o tempo. Aperte ok. Outro jeito é utilizando o Beat Detective, veja esse post meu: http://danielraizer.blogspot.com.br/2010/08/pro-tools-beat-detective.html

      Excluir
  9. Daniel, bom Dia,

    Como faço para selecionar o trecho que eu quiser dentro do Pro tools, o meu quando vou selecionar algum trecho ele sempre pega um pedaço antes, ou até mesmo depois... não consigo selecionar exatamente o trecho... você poderia me ajudar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, depende. Se estiver difícil com a selector você pode posicionar o cursor no começo e no final e pressionar CTRL E ou Command E para cortar (separate) e selecionar o trecho com a grabber.

      Excluir
  10. Daniel, toda vez que importo um projeto ou mesmo copio o projeto todo pra editar em outro pc, muda o tom e o compasso. o que pode ser?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Caio, provavelmente a sessão tem taxa de amostragem diferente. veja se a original é 44.1kHz e a importada é em 48kHz. Sempre use a mesma taxa de amostragem. Abs.

      Excluir
  11. Daniel, toda vez que importo um projeto ou mesmo copio o projeto todo pra editar em outro pc, muda o tom e o compasso. o que pode ser?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Caio, provavelmente a sessão tem taxa de amostragem diferente. veja se a original é 44.1kHz e a importada é em 48kHz. Sempre use a mesma taxa de amostragem. Abs.

      Excluir
  12. Ola Daniel Bom dia ! Parabéns pela diversas ajudas ! Ficaria agradecido se puder me auxiliar em um problema de longa data, rss, Tenho um projeto de um show no pro tools, diversas músicas, todas selecionadas no grid com andamentos diferentes, como faço para alterar o andamento de músicas anteriores sem alterar as partes posteriores. quando faço isso todas saem do grid.
    Se algum amigo nesse fórum puder me ajudar também fico agradecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leo, obrigado. No Pro Tools abra a régua Tempo. É a régua verde com o 120 no começo. Clique sobre ela no ponto que deseja mudar o andamento para colocar o cursor. Clique no botão + nessa régua, vai aparecer a caixa Tempo Change, nessa digite o andamento que vc quer. Abs.

      Excluir
  13. uso do elastic audio pode ser benefico ou nao ? para o audio diminuido o efeito de cancelamento quando gravamos com multiplos microfones ou nao faz diferença?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Felipe, Sim o audio elástico é benéfico e tem uma algoritmo muito potente capaz de grande time stretching, mas não é apropriado par ajuste de fase, melhor trabalhar isso durante a gravação ou na edição das pistas usando plug-ins de alinhamento de tempo. Abs.

      Excluir
  14. Olá, Daniel. Sobre o Elastic, ele modifica (para pior ou para melhor) o som do registro? Há interferência de alguma forma?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcus, até certo ponto ele não alera em nada, mas se você forçar o algoritmo ele acaba distorcendo o áudio original. Abs.

      Excluir
  15. E certamente a gente só termina descobrindo esse ponto crítico de ouvido, né? Tá bom. Muito obrigado mais uma vez.

    ResponderExcluir